Caio Dohogne

Caio Dohogne

Caio Dohogne
Baterista nascido em São Paulo em 1972 começou a tocar aos onze anos de idade, influenciado por bandas como Beatles, Deep Purple, Led Zeppelin etc. Profissionalmente iniciou seus trabalhos musicais tocando em bandas de covers no final da década de 80. Em 1993 foi convidado pelo vocalista Catalau (ex-Golpe de Estado) a participar de um projeto em sua banda de Blues. Paralelamente fez gravações com o grupo Aftazardem. Em 1994 participou do lançamento do CD Zumbi da banda Golpe de Estado. No ano de 1995, formou o grupo Caça Níqueis (Blues Rock) realizando inúmeros shows pelo país. Além da sua banda começou a trabalhar com os grandes nomes do Blues Nacional, merecendo destaque os trabalhos com a Lancaster Blues Band, Clara Ghimel, Dr. Feelgood Blues Combo, Martini Blues, André Christovam, Big Chico Blues Band, Big Gilson (ex-Big Alambique), Celso Salim, Sergio Duarte e Entidade Joe , entre outros. Trabalhou também com músicos de Jazz , MPB e Pop, como Cláudio Celso, banda AJAC 4, Carlos Vieira Trio, Lady Zú, Luciana Venâncio, Banda K-Van , 111 Rock Clube e Nasi (ex Ira!).
Atualmante trabalha com as bandas Jack Rabbit, Montana Blues, Caça Nìqueis e com o trio do guitarrista Faiska. ( Faiska Trio – Instrumental )
Em relação a sua carreira como professora, começou a dar aulas de bateria no conservatório musical Marcelo Tupinambá de 1993 a 1996, no Espaço Violação no ano de 1998, na Escola Ritmus de 2000 a 2003 e na Escola de Música e Tecnologia (EMT- IPT) de 2001 permanecendo até os dias de hoje.

Liverpool 2016.

Desenvolvimento GETCON.