Como escolher sua baqueta

Como escolher sua baqueta

Características importantes a serem avaliadas na escolha da sua baqueta

Qualidade da madeira: Opte por madeiras sólidas e de boa resistência, que tenham densidade bem distribuída e suas fibras sigam uniformemente do cabo até a cabeça, sem apresentar farpas ou muita aspereza. Não poderá existir nós muito grandes, furos, talhos, empenamento, umidade ou outras imperfeições que possam comprometer sua utilização e durabilidade.

 

Peso: O par deverá ser formado por baquetas de pesos iguais. Esta característica influenciará na uniformidade dos timbres e no equilíbrio, proporcionando melhor controle, mesmos ataques e rebotes entre as baquetas.

 

Comprimento e Diâmetro: Faça testes com diferentes modelos e veja qual se adapta melhor às suas mãos e braços. Baquetas mais grossas são mais duráveis, porém não são indicadas para estilos musicais mais leves. Baquetas mais compridas darão mais alcance, mas serão mais pesadas.

 

Pontas: As pontas de madeira proporcionam uma sonoridade natural e geralmente mais suave. Uma boa cabeça de madeira deve possuir circunferência bem definida e isentar-se de rachaduras ou fissuras na superfície. As pontas de nylon proporcionam mais brilho, principalmente nos pratos e são mais duráveis.

 

Sensação: Segure as baquetas da mesma maneira que você as utilizaria para tocar na sua bateria. Perceba a sonoridade e a vibração deste par. Não adquira baquetas que soem ocas ou rachadas e  que estejam tortas. Sinta se este par proporciona conforto, controle, sensibilidade, sonoridade, volume e boa aderência.

 

Baqueta Assinada: Se você encontrou na loja aquele modelo especial desenvolvido pelo seu baterista preferido, lembre-se que ao testá-lo o resultado na utilização poderá ser uma peculiaridade sua. Tudo também depende da maneira que cada músico toca, ou seja, da sua “pegada”.

Liverpool 2016.

Desenvolvimento GETCON.